Seguidores

11/11/2011

Capítulo 7

Agradeço muito todos os comentários, é sempre bom saber a vossa opinião.
****

As malas feitas estava tudo pronto, Zac nem se atrasou sequer um minuto a ir buscar Vanessa e Josh, Josh este que olha de lado para Zac. O silêncio até ao aeroporto foi enorme e dentro do jacto privado de Zac que os levaria a Califórnia não foi diferente. De um dos lados ou postos a Zac Vanessa o olhava curiosa, ele conseguia ser assim misterioso, e também parecia bem lunático. Já o primo de Vanessa não lhe dava muita importância, viu que mal olhava para Vanessa por isso não seria uma ameaça. Já Zac, o ponto de tudo, ele matinha se atento á paisagem que via pela janela, e na sua cabeça só uma pessoa ocorria, num sítio muito específico, as ferias no Havai e aquela viajem de barco.

Ao lembra-se daquelas férias automaticamente olhou serio para Vanessa, tinha sido nessa viajem de barco que Amanda tinha ficado com ciúmes. Era por isso que ele não queria trabalhar com Vanessa, porque lembrava se de um momento menos acústico com Amanda.
Josh: Ele é um pouco estranho. – Sussurrou no ouvido de Vanessa, fazendo a cabeça dela voltar ao local onde estava.
Vanessa: Muito mesmo. – Olhou de longe Zac, que chocou com os olhos dela, mas logo virou aquela cara barbuda de lado.
Josh: Ele já te disse o que queria?
Vanessa: Quer construir uma máquina, mas ainda não percebi bem que tipo de máquina é. – Falou um pouco mais alto fazendo despertar atenção de Zac para eles, e ai o silencio voltou, até descerem do jacto e entrarem numa limusina que já os esperava.
Josh: Bem quanto ao projecto…
Zac: Será apenas tratado com a senhora Vanessa. – Afirmou olhando para Vanessa e depois para Josh.
Josh: Mas…
Zac: Eu contratei a ela, o menino…- Expressou bem o menino para o diminuir. – Não terá nada a ver com o assunto. – Dito isto colocou bem Josh no seu lugar.
Zac: Chegamos. – Disse ao sentir a limusina parra esperou que o motorista lhe abrisse a porta. – Bem-vindos á minha humilde casa.

Josh: Que humilde. – Ironizou ajudando Vanessa a sair do carro.
Vanessa: Não conhecia este lado de Califórnia. – Admitiu olhando á volta.
Zac: É uma zona privada, de grande hectare, fica ainda um pouco longe da cidade.
Vanessa: Só existe campo e rios á volta?
Zac: Sim, a estrada de petróleo ainda fica um pouco longe, mas tem problemas com isso? – Perguntou de nariz empinado.
Vanessa: Não, claro que não.
Zac: Como pode ver pelo céu está a escurecer, é melhor ir entrado, vai começar a esfriar. – Esticou o braço até casa e Vanessa começou o caminho com Josh atrás logo Zac.

Vanessa: Bonita sala. – Elogiou mas Zac nem lhe deu importância.
Brittany: Já chegaste? – Perguntou uma rapariga loira que descia com outra atrás de si, em frente de Zac.
Zac: Avisei que não demoraria.
Ashley: Sim, priminho, mas ir e vir de Nova Iorque no mesmo dia tornasse exaustivo, não?
Zac: Prefiro assim, mas deixem vós apresentar, Vanessa e Josh, as minhas primas Ashley e Brittany.
Ashley: Prazer, que mulher bonita. – Elogio, olhando para Zac.
Vanessa: Obrigado, também é um prazer.
Zac: Continuado…- Disso olhando sugestivo para Ashley. – Vanessa é arqueóloga, e vai me ajudar numa pesquisa minha, ou seja são meus convidados, tratem nos bem.
Brittany: É lógico que serão bem tratados, mas Josh vê, vou te mostra a casa e onde iras dormir. – Agarrou pela blusa tirando o dali.
Zac: Bem…- Olhou mais uma vez para Ashley e ela percebeu.
Ashley: Anda Vanessa vou te mostrar as coisas. – Pegou na Vanessa e a puxou dali para fora.
Vanessa: Bem o seu primo…
Ashley: Meu não me trate por você, prefiro tu.
Vanessa: Tudo bem, o teu primo é um pouco antipático, não? – Ashley rio abrindo a porta do quarto.
Ashley: Ele não é bem assim. – Vanessa entrou mirando tudo á volta.
Vanessa: Belo quarto mas não precisava ter se dado ao exagero. – De facto o quarto era grande, pintado em tos escuros com uma cama de casal, vestida em castanho, e uma pequena varanda onde já não se via o sol.
Ashley: Quem mandou fazer os quartos foi a falecida esposa, dele, ela era um pouco extravagante.
Vanessa: Poderei saber como morreu?
Ashley: Num acidente de viação. – Sentou se em cima da cama com Vanessa. – Mas não quererás saber dessa trágica história.
Vanessa: Não, na verdade não. – Foi sincera, não tinha muita curiosidade sobre esse tipo de assuntos, a vida alheia não era o seu forte.
Ashley: Se um dia tiveres curiosidade. – Pegou na moldura que estava em cima da mesinha de cabeceira.

Ashley: As suas últimas fotos numa viajem ao Havai. – Informou fazendo Vanessa saber que aquela era a falecida. – Vou levar a moldura não faz sentido estar aqui.
Vanessa: Claro, eu até agradecia. – Ashley sorrio mais uma vez deixando Vanessa naquele quarto sozinha algo que lhe apetecia de momento.

4 comentários:

  1. Cap muito bom ...
    Posta logo
    Bjos ;*

    ResponderEliminar
  2. Adorei o capítulo
    Tá muito bom
    XOXO

    ResponderEliminar
  3. Cap tudo de bom
    Posta logo please!!!
    Kiss

    ResponderEliminar